Quero ser voluntário

26/04/2010 10:00


Saiba quais os conceitos mais utilizados sobre o trabalho voluntário, confira nossas 10 dicas e veja exemplos de onde agir.

O conceito ao lado é bem parecido com o difundido pela Organização das Nações Unidas (ONU): “voluntário é o jovem ou o adulto que, devido ao seu interesse pessoal e ao seu espírito cívico, dedica parte do seu tempo, sem remuneração alguma, a diversas formas de atividades, organizadas ou não, de bem estar social ou outros campos.”

Nos conceitos de voluntário acima, encontra-se a principal motivação para o exercício do voluntariado: a satisfação.

O trabalho voluntário gera uma realização pessoal, um bem estar interior originado do prazer de servir a quem precisa. É um sentimento de solidariedade e amor ao próximo aliado com a importância de sentir-se socialmente útil.

É algo que vem de dentro da gente e faz bem aos outros. No voluntariado todos ganham: o voluntário, aquele com quem o voluntário trabalha, a comunidade.

O serviço voluntário é uma realidade antiga no Brasil e, desde 1998, há uma Legislação específica para a prática do voluntariado, criando respaldo jurídico para facilitar a profissionalização do serviço voluntário.

Voluntário é o cidadão que, motivado pelos valores de participação e
solidariedade, doa seu tempo, trabalho e talento, de maneira espontânea e não remunerada, para causas de interesse social e comunitário"
Comunidade Solidária, atual Comunitas

10 dicas sobre voluntariado

1. Todos podem ser voluntários
Não é só quem é especialista em alguma coisa que pode ser voluntário. Todas as pessoas capacidades, habilidades e dons. O que cada um faz bem pode fazer bem a alguém.

2. Voluntariado é uma relação humana, rica e solidária
Não é uma atividade fria, racional e impessoal. É relação de pessoa a pessoa, oportunidade de se fazer amigos, viver novas experiências, conhecer outras realidades.

3. Trabalho voluntário é uma via de mão dupla
O voluntário doa sua energia e criatividade mas ganha em troca contato humano, convivência com pessoas diferentes, oportunidade de aprender coisas novas, satisfação de se sentir útil.

4. Voluntariado é ação
Não é preciso pedir licença a ninguém antes de começar a agir. Quem quer, vai e faz.

5. Voluntariado é escolha
Não há hierarquia de prioridades. As formas de ação são tão variadas quanto as necessidades da comunidade e a criatividade do voluntário.

6. Cada um é voluntário a seu modo
Não há fórmulas nem modelos a serem seguidos. Alguns voluntários são capazes, por si mesmos, de olhar em volta, arregaçar as mangas e agir. Outros preferem atuar em grupo, juntando os vizinhos, amigos ou colegas de trabalho. Por vezes é uma instituição inteira que se mobiliza, seja ela um clube de serviços, uma igreja, uma entidade beneficente ou uma empresa.

7. Voluntariado é compromisso
Cada um contribui na medida de suas possibilidades mas cada compromisso assumido é para ser cumprido. Uns têm mais tempo livre, outros só dispõem de algumas poucas horas por semana. Alguns sabem exatamente onde ou com quem querem trabalhar. Outros estão prontos a ajudar no que for preciso, onde a necessidade é mais urgente.

8. Voluntariado é uma ação duradoura e com qualidade
Sua função não é de tapar buracos e compensar carências. A ação voluntária contribui para ajudar pessoas em dificuldade, resolver problemas, melhorar a qualidade de vida da comunidade.

9. Voluntariado é uma ferramenta de inclusão social
Todos têm o direito de ser voluntários. As energias, recursos e competências de crianças, jovens, pessoas portadoras de deficiência, idosos e aposentados podem e devem ser mobilizadas.

10. Voluntariado é um hábito do coração e uma virtude cívica

As formas de ação voluntária são tão variadas quanto a criatividade do voluntário e as necessidades da comunidade.

Veja como você pode participar e onde pode desenvolver suas ações.
Existem ações voluntárias:

  • Nas igrejas
  • Nos bairros e nas comunidades populares (ajuda mútua)
  • Nos grupos de auto-ajuda
  • Nos clubes de serviços
  • Em programas promovidos por empresas
  • Nas comunidades de origem
  • Nas associações profissionais
  • Nos hospitais e outras instituições que trabalham na área da saúde
  • Nas instituições e programas de melhoria da educação
  • Nas instituições de ajuda a crianças
  • Nas instituições e programas voltados para as pessoas portadoras de necessidades especiais
  • Nas instituições e programas que trabalham com pessoas da terceira idade
  • Nos grupos e associações de jovens
  • Nos grupos e organizações de preservação do meio ambiente
  • Nos grupos e organizações de defesa de direitos
  • Nos grupos e movimentos de luta contra a violência
  • Nos clubes e associações esportivas
  • Nos grupos e associações culturais e de defesa do patrimônio
  • Nos movimentos de luta contra a pobreza
  • Em iniciativas de ajuda mútua e prestação de serviço através da internet
  • Em programas promovidos por órgãos governamentais nos níveis federal, estadual e municipal

Comentários
0

Você precisa estar logado para interagir!
Login ou Cadastre-se

Últimas notícias

8d4639bf 3e9a 4bd8 ab5f a965d57c1b9d

2015 | Compra de acervo - Estação de Leitura

Chegou a hora de renovar o acervo da Estação de Leitura! Para ajudá-los na escolha preparamos dicas super especiais e uma lista de sugestões.

ler mais...

44d24c03 a6df 4b60 8dc1 d8626902bd0a

Vídeo | Encontro de Voluntários 2015

O tema do Encontro Nacional de Voluntários 2015 foi “Infâncias que cantam e encantam” – reafirmando o direito de brincar das nossas crianças, causa pela qual os nossos mais de 4.500 voluntários atuam pelo país.
Assista ao vídeo e veja como foi esse grande encontro!

ler mais...

47f5012b 3021 4ae0 bf21 b257d8570daa

Intercâmbio Novas Lojas 2015: aprendendo cada vez mais

Entre os dias 21 e 23 de junho, líderes e voluntários das unidades VMS, IPM e SLS, vencedoras do Prêmio Voluntariado 2014 na categoria Novas Lojas, foram a Belo Horizonte conhecer o trabalho da praça. Saiba mais sobre este grande encontro!

ler mais...

2ae38fed 28e5 41b9 a2a5 53592f50a953

Renovação do acervo da Estação de Leitura

Está chegando a hora de realizarmos a compra de acervo do ano para Estação de Leitura e este é sempre um momento muito especial. É hora de reunir o grupo de voluntários e conversar sobre o assunto. Onde e como comprar? Quais os livros que o grupo deseja conhecer? Como escolher? São perguntas que rendem um bom bate-papo e são norteadoras para que realizem uma boa compra.

ler mais...