Trabalho infantil, não!

18/01/2019 12:17

Você sabia que 2,7 milhões de crianças e adolescentes trabalham irregularmente no Brasil*? Esse é um problema muito comum na indústria da moda do país, um dos maiores produtores têxteis e de confecção do mundo. O Brasil enfrenta um alto nível de informalidade no mercado, sendo que 98% do setor é composto por pequenas e microempresas, segundo dados do Sebrae. 

 

Para enfrentar o problema, o Fundo Brasil de Direitos Humanos, em parceria com o Instituto C&A, lançou um edital para apoiar projetos de organizações, grupos e coletivos sem fins lucrativos que combatam o trabalho infantil na indústria da moda. A prioridade são iniciativas apresentadas por organizações, grupos ou coletivos coordenados por mulheres.  As inscrições podem ser feitas até 19 de fevereiro de 2019. Saiba mais aqui.

Pelo menos dez projetos inscritos no Fundo serão selecionados e receberão entre R$ 60 mil e R$ 90 mil para implementação das práticas no prazo de 12 meses.

 

*O número de jovens trabalhando irregularmente é um dado da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) de 2016.

 

Você precisa estar logado para comentar e interagir!
Login ou Cadastre-se