Mãos na terra

02/10/2017 15:25

 

Os voluntários da praça de Curitiba não só atenderam ao desafio do mês de agosto proposto pelo Instituto C&A, como levaram a ideia para a instituição parceira. Juntos, voluntários, crianças, direção e professores colocaram as mãos na terra para produzir uma composteira no Centro de Educação Infantil (CEI) Recanto Feliz Santa Úrsula.

“Entramos em contato com a instituição parceira e propusemos a atividade, que não se resumiria à criação da composteira, mas representaria uma oportunidade para desenvolvermos uma ação educacional com as crianças”, conta o voluntário Rodolfo Magalhães Ferraz, que é gerente da loja CBC, em Curitiba, e um dos conselheiros do Instituto C&A.

A ação foi estruturada em várias etapas, que envolveram a preparação do material e a capacitação dos professores e dos voluntários. No dia 14 de setembro, cinco voluntários foram para o CEI e construíram a composteira em conjunto com a direção, os professores e os alunos. Cerca de 60 crianças participaram da atividade. O adubo gerado irá direto para a horta do CEI, que também foi plantada com o apoio dos voluntários da praça de Curitiba.

“Iniciativas como essa servem de alicerce para uma conscientização fundamental: cuidar do meio ambiente. A sobrevivência do Planeta depende de projetos e gestos de sustentabilidade simples, possíveis, acessíveis e concretos. Almejamos que as crianças se tornem agentes multiplicadoras em suas famílias, defendendo e promovendo um planeta mais saudável”, afirma Irmã Claudete Frighetto, diretora do CEI Recanto Feliz Santa Úrsula.

Ao que parece, elas já se tornaram multiplicadoras. “Logo na saída da escola, as crianças já estavam contando aos pais sobre a atividade de que participaram”, conta Maria Melânea, integrante do corpo administrativo do CEI.

“Essa ação foi um marco para a educação em Sustentabilidade na praça de Curitiba. Vale ressaltar que é apenas o começo, e que agora precisaremos acompanhar de perto seus frutos. Queremos construir algo relevante e de impacto, que possa perpetuar por anos e contagiar e transformar todos os envolvidos”, finaliza Rodolfo Ferraz.

 

Pode reaproveitar água da chuva? Pode, sim, senhor!

 

Em outra ação em parceria com os voluntários, a direção do CEI Recanto Feliz Santa Úrsula utilizou parte do dinheiro arrecadado com o bazar para construir um sistema de captação da água da chuva. “Utilizamos essa água para irrigar a horta que plantamos anteriormente. Agora, com a compostagem, completamos o processo e passamos uma visão mais ampliada para as crianças, que percebem que tudo está interligado”, explica o gerente.

“Essa parceria é muito válida, pois gera uma riqueza mútua, um aprendizado em cada encontro. É uma oportunidade de adquirirmos conhecimento e trocarmos experiências, em que cada um dá e recebe ao mesmo tempo. É a riqueza do altruísmo e da solidariedade”, finaliza irmã Claudete.

Ficou inspirado? Confira aqui as fotos desse dia para lá de especial!

Você precisa estar logado para comentar e interagir!
Login ou Cadastre-se